Desde 2016, a legislação eleitoral prevê o prazo de 72 horas para todas as candidaturas declararem quanto receberam de recursos financeiros em suas contas de campanha. Não é preciso esperar a eleição acabar para acompanhar a forma como o FEFC e FP são distribuídos.

Candidatas e candidatos, pesquisadores, cientistas, jornalistas, juristas e todos os eleitores podem observar e comparar esses repasses enquanto a campanha eleitoral acontece, na plataforma 72 horas.

Desenvolvida pela pesquisadora e escritora Drica Guzzi e pela jornalista Fefa Costa, o site apresenta, de forma simplificada, os dados abertos e públicos do Divulgacand, ferramenta disponibilizada pelo TSE para o acompanhamento eleitoral.

“Os recursos deixaram de ser privados. Agora o dinheiro é público, mais um bom motivo para o eleitor se engajar. Entender como o jogo funciona- com o jogo sendo jogado- e participar enquanto ainda é possível influenciar no placar final”, comenta Drica Guzzi.

A plataforma também contará com um BOT especialista em dados. Uma robô que irá observar os padrões dos repasses eleitorais e irá disparar alertas nas redes sociais, com informações e conteúdos relevantes ao público em geral, que poderá participar ativamente do processo democrático.

“Acreditamos quanto maior a transparência, clareza e visibilidade do processo de distribuição dos recursos mais fortalecida será a democracia e maior a nossa capacidade de agir coletivamente”, completa Fefa Costa.

Projeto 72 Horas

A gestão da iniciativa fica por conta do Comitê 72 horas formado por um conselho de especialistas na área jurídica, acadêmica, tecnológica, pedagógica e contábil. O projeto também conta com o apoio do Ministério Público Federal, Observatório de Candidaturas da OAB e ITS-Rio. A tecnologia do projeto ficou por conta da startup AppCívico.

A manutenção do 72 HORAS é feita por financiamento coletivo, realizado na plataforma Benfeitoria, onde qualquer pessoa pode colaborar financeiramente. Acesse: https://benfeitoria.com/72horas

Referências

http://www.justicaeleitoral.jus.br/participa-mulher/#noticias

https://azmina.com.br/especiais/mulheres-negras-hackeiam-a-politica/

https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2020/07/08/senado-aprova-prioridade-as-mulheres-para-receber-auxilio-emergencial-em-familia-monoparental

https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2020/08/27/vitoria-do-movimento-negro-diz-benedita-da-silva-sobre-decisao-do-tse.htm

https://twitter.com/elasnocongresso

https://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2019-07/candidatas-deputada-federal-receberam-mais-verba-eleitoral-em-2018

https://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2019-07/candidatas-deputada-federal-receberam-mais-verba-eleitoral-em-2018

A plataforma 72 horas promove educação política a partir da transparência de um dos elementos decisivos de uma eleição: o acesso aos

A plataforma 72 horas promove educação política a partir da transparência de um dos elementos decisivos de uma eleição: o acesso aos