Dia 10/11 (terça), às 18h, a empresária e presidente do Grupo Mulheres do Brasil Luiza Helena Trajano — também presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza — discutirá com um grupo formado por mulheres de múltiplas formações e origens, a possibilidade de elegermos campanhas femininas ainda neste pleito. No encontro as co-idealizadoras da plataforma 72horas.org, Drica Guzzi e Fefa Costa, irão apresentar dados oficiais sobre a distribuição de recursos públicos entre as candidaturas femininas que embasam essa discussão a fim de propor articulações efetivas para a causa ao lado do Instituto Update e coletivo Vote Nelas. Pela ultima atualização…

Em 1932 o então presidente Getúlio Vargas formalizou o direito das mulheres votarem com muitas restrições e 88 anos depois a situação ainda tem muito para melhorar

Após gerações de sufragistas (que começou com o fim do regime monárquico em 1889), as mulheres enfim puderam participar dos pleitos, porém, nem todas porque em 1932 só votava quem tivesse autorização do marido se fosse casada, além das solteira com renda própria ou viúva. …

Uma das políticas que adotamos na plataforma 72 horas é a transparência no nosso processo de coleta de dados. Por isso, deixamos aqui perguntas frequentes e nosso contato para quem quiser entender ou saber mais plataforma.72horas@gmail.com

Qual a origem do dados apresentados na plataforma 72 horas? Todos os dados exibidos na plataforma 72 horas são coletados na base de dados do TSE, por meio do repositório e api do portal Divulgacand.

Quais os dados que a plataforma 72 horas coleta do Divulgacand?

Confira as publicações, entrevistas, matérias e artigos sobre o 72 horas. Para contato com a imprensa, envie um email para omaisfranco@gmail.com ou para plataforma.72horas@gmail.com

Uol | 17/11/2020 — Flávia Biroli, Rachel Callai Bragatto e Luiza Jardim, do Observatório das Eleições apontam que as eleições municipais de 2020 tiveram recorde na proporção de candidatas mulheres e de candidaturas negras. Além disso, o pleito foi marcado pelas regras de distribuição dos recursos a estes dois grupos com histórico de sub-representação política. https://noticias.uol.com.br/colunas/observatorio-das-eleicoes/2020/11/17/diversidade-e-financiamento-os-fundos-publicos-e-a-democracia.htm

Veja São Paulo | 17/11/2020

https://vejasp.abril.com.br/cidades/votos-de-covas-custaram-mais-que-o-dobro-dos-de-boulos-no-primeiro-turno/

Folha de Pernambuco | 17/11/2020

https://www.folhape.com.br/politica/homens-e-brancos-seguem-privilegiados-apos-declaracao-de-65-de-toda/162397/

Folha de S. Paulo | 17/11/2020 _ Ranier…

A plataforma 72horas é uma iniciativa de especialistas no campo eleitoral, que conta com o apoio de organizações e movimentos. Confira quem somos!

Idealizadoras

Drica Guzzi é graduada em Engenharia de Alimentos pela Unicamp, mestra e doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP tendo como foco de pesquisa a apropriação dos meios de comunicação e as novas práticas políticas em Rede. Autora dos livros: Do Cultivo de Si ao Mundo Distribuído: Práticas Políticas em Rede (2019) e Web e Participação: A democracia do século XXI (Escritora agraciada com um Prêmio Jabuti em 2011), pesquisadora colaboradora da Escola do Futuro da USP…

Informações com base no Banco de dados do TSE

Quem, quanto e quando?* Atuando 2o anos com campanhas eleitorais, sempre me perguntei: “como acompanhar em tempo real o dinheiro investido em cada campanha?”

Sempre acreditei que saber os caminhos do dinheiro, poderiam nos mostrar onde podemos melhorar para que candidaturas realmente representativas fossem eleitas.

2018 o Fundo Eleitoral foi criado para financiar campanhas, 30% destinado a campanhas de mulheres. O que dá a todo o cidadão o direito de acompanhar e controlar esse recurso, para que ele chegue de fato à todas as candidaturas.

Uma oportunidade, que eu — Fefa Costa (especialista em mobilização digital) e a Drica Guzzi

Desde 2016, a legislação eleitoral prevê o prazo de 72 horas para todas as candidaturas declararem quanto receberam de recursos financeiros em suas contas de campanha. Não é preciso esperar a eleição acabar para acompanhar a forma como o FEFC e FP são distribuídos.

Candidatas e candidatos, pesquisadores, cientistas, jornalistas, juristas e todos os eleitores podem observar e comparar esses repasses enquanto a campanha eleitoral acontece, na plataforma 72 horas.

Desenvolvida pela pesquisadora e escritora Drica Guzzi e pela jornalista Fefa Costa, o site apresenta, de forma simplificada, os dados abertos e públicos do Divulgacand, ferramenta disponibilizada pelo TSE para…

2018 foi o primeiro ano do FEFC, Fundo Especial para o Financiamento de Campanhas, recém criado, ele representou 72% do total de recursos utilizados na campanha daquele ano. De acordo com dados da Justiça Eleitoral, as candidaturas femininas gastaram 22% dos recursos de campanhas, quando tinham direito a utilizar 30%.

Enquanto homens brancos eram 43,1% dos candidatos e receberam 58,5% das verbas destinadas às campanhas, homens negros eram 26% dos candidatos e receberam 18,1% dos recursos dos partidos.

Entre as candidaturas femininas, mulheres brancas eram 18,1% das candidatas e receberam 18,1% do fundo eleitoral. As mulheres negras, por outro lado…

A plataforma 72 Horas acredita que eleger mais mulheres é uma forma de estabelecer a democracia, não só pela igualdade de direitos, como pela representatividade necessária nos espaços de poder legislativo e executivo. a Por isso nossa plataforma /72 horas promove a educação política a partir da transparência de um dos elementos decisivos de uma eleição: o acesso aos recursos públicos de campanhas. Quem, quando e quanto cada candidatura do FEFC recebeu será monitorado por uma robô e analisado por especialistas.

Mulheres são 52% do eleitorado, mas ocupam apenas 15% das vagas no Congresso Nacional. Nas eleições municipais de 2016…

Plataforma 72 Horas

A plataforma 72 horas promove educação política a partir da transparência de um dos elementos decisivos de uma eleição: o acesso aos

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store